Com paralisação, caminhoneiros levam o país ao desabastecimento

20150224235328668030iO sexto dia de protestos dos caminhoneiros avançou ontem com 115 bloqueios em estradas estaduais e federais de 10 estados. As paralisações provocam desabastecimento no país, sobretudo, de combustíveis, gás de cozinha, alimentos perecíveis e medicamentos, o que deve pressionar ainda mais a inflação. Em Brasília, produtos como presuntos e peito de peru estão em falta nos supermercados desde a última sexta-feira. “Estamos tendo que remanejar estoques entre as lojas para reduzir os transtornos”, disse um dos gerentes do Big Box, Elenilton de Castro. Além dos embutidos, estão desaparecendo das gôndolas pães industrializados e carnes de boi, de porco e de frango.

O problema é tão sério que os fornecedores estão alertando os supermercadistas para fazerem estoques com o que for possível. “Um produtor de carne de porco e frango do Paraná me ligou e sugeriu que eu comprasse mais nas próximas remessas, porque terei problemas no futuro”, contou o gerente do Veneza, Evantuir Ramos.

Com a falta de ração para animais, as agroindústrias interromperam os abates, reduzindo a oferta de carnes. A coleta de leite no campo foi paralisada, com prejuízos diários de pelo menos R$ 15 milhões. Também há registro de atrasos na entrega de medicamentos. E a produção de carros foi afetada por conta da falta de componentes, o que resultou em dispensa de milhares de funcionários.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here