Penitenciária Federal em Brasília tem primeira suspeita de covid-19

Caso confirmado o diagnóstico, este será o primeiro caso de coronavírus na unidade prisional de segurança máxima, que abriga o líder o Primeiro Comando da Capital (PCC), o Marcola

O preso com suspeita de contaminação veio de outro presídio no qual aguardava para fazer o teste

Um preso da Penitenciária Federal de Brasília está com sintomas da covid-19. Informações obtidas pelo Correio apontam que o detento chegou recentemente de um complexo de outro estado. Ele está isolado dos demais presos. 

A penitenciária é a quinta unidade de segurança máxima do país e abriga presos condenados e provisórios sujeitos ao regime disciplinar diferenciado; chefes de facções criminosas, como o líder do Primeiro Comando da Capital, Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola; réus colaboradores presos ou delatores premiados que correm risco de vida em  sistema prisional de outros estados.

Uma fonte contou à reportagem que, quando questionado sobre os sintomas, o interno afirmou que apresentava, nos últimos dias, a ausência de paladar  e perda de olfato e que, na penitenciária onde estava anteriormente, aguardava a realização do teste para o coronavírus, mas não chegou a fazê-lo por causa da transferência para a Penitência Federal. 

De acordo com as informações, a orientação dada aos profissionais é de que, antes de prestar o atendimento ao detento supostamente infectado, recorram à Secretaria de Saúde. O custodiado recebeu Equipamento de Proteção Individual (EPIs) e está isolado dos demais. 

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here