Malhar de máscara: como será o “novo normal” nas academias do DF?

Por Bruna Nardelli

Conheça o rígido protocolo que deverá ser seguido por alunos e funcionários assim que os centros esportivos da capital reabrirem as portas

O Sindicato das Academias do Distrito Federal (Sindac) espera receber autorização do governador Ibaneis Rocha (MDB) para reabrir os centros esportivos da capital – fechados há 80 dias para evitar a disseminação do novo coronavírus – dentro de duas semanas. Em entrevista ao Metrópoles, a presidente da associação assegurou que os estabelecimentos estão prontos para retomar às atividades em segurança.

“Elaboramos um protocolo baseado nas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir a segurança de todos na reabertura. O documento foi desenvolvido por infectologista da Universidade de São Paulo (USP) e tem medidas que deverão ser seguidas por alunos e funcionários de todas as unidades do DF “, revela Thais Yeleni.

Getty Images
A expectativa é de que as academias do DF voltem a funcionar em breve

Segundo a líder do sindicato, as normas são mais severas do que as adotadas por alguns países que já permitiram a retomada dessas atividades. “Queremos muito voltar, mas em segurança. Por isso, a rigidez”, pondera.

Entre as medidas de prevenção previstas no manual, estão marcação no chão de distância mínima entre cada pessoa, aferição de temperatura e uso de máscaras de proteção facial.

Há ainda normas para a realização de atividades aquáticas e orientações sobre a troca do filtro de aparelhos de ar-condicionado. Por enquanto, também será vetada a entrada de alunos acima de 60 anos, pertencentes ao grupo de risco da Covid-19.

Vale lembrar que o governo já autorizou a reabertura dos parques de Brasília. Eles voltaram a funcionar no dia 3 deste mês.

Confira o protocolo na íntegra abaixo.

protocolo de reabertura das academias do df
protocolo de reabertura das academias do df

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here