GDF lança Plano de Estratégico de Combate ao Coronavírus

A ideia é de preparar a população e os agentes públicos para uma eventual segunda onda da doença; medida vai ser coordenada pela diversos órgãos dos governo

O secretário de Saúde, OsneiOkumoto, concede entrevista coletiva nesta terça-feira (10), às 15h, no Palácio do Buriti

O Governo do Distrito Federal (GDF) lança nesta segunda-feira, 9, o Plano Estratégico de Combate ao Coronavírus no Distrito Federal – Ações de Enfrentamento 2020-2021. Com a intenção de estabelecer metas e formas de atuação para o próximo período que se anuncia, o governo busca reunir neste plano um conjunto de medidas a serem adotadas para investigar a circulação da covid-19 em todas as regiões administrativas do DF.

O lançamento do plano, que será feito no Palácio do Buriti, com a presença do secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, é uma forma que o governo encontrou para manter a estabilidade da doença na capital federal. Sendo assim, a própria Secretaria de Saúde local informa que o plano também visa preparar a população e os agentes públicos para uma eventual segunda onda da doença, além de apresentar as mudanças que serão feitas na rede pública de saúde para atender aos pacientes contaminados.

O DF tem atualmente, de acordo com boletim epidemiológico do último dia (8), 216.389 pessoas diagnosticadas com covid-19. A taxa de recuperados é de 208.244 pacientes, sendo que, 4.393 pacientes ainda estão com o vírus ativo e podem transmiti-lo. Já o número de mortos é de 3.752.

Ceilândia, Taguatinga, Plano Piloto, Samambaia, Gama, Águas Claras, Guará, Sobradinho, Planaltina e Santa Maria seguem sendo as 10 regiões administrativas com mais casos do novo coronavírus. Depois do SIA, Fercal é a RA com menos pacientes infectados.

No lançamento do Plano Estratégico de Combate ao Coronavírus também participam o secretário-adjunto de gestão em Saúde, Petrus Sanchez; o subsecretário de Atenção Integral à Saúde, Alexandre Garcia; o diretor de Vigilância Epidemiológica, Cássio Peterka; e o presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), Paulo Ricardo Silva.

Fonte: News Black

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here