Anatel apreende produtos clandestinos em armazéns da Amazon

Celulares, baterias portáteis e fones de ouvido sem fio estavam entre os produtos. Ao todo, 67 mil itens foram fiscalizados, segundo a Anatel

Foram apreendidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) 5,7 mil produtos clandestinos em armazéns da Amazon.

A mercadoria de telecomunicação não estava homologada e foi avaliada em R$ 500 mil. A operação aconteceu entre terça (21) e sexta-feira (24), em Betim (MG) e Cajamar (SP).

Celulares, baterias portáteis e fones de ouvido sem fio estavam entre os produtos. Ao todo, 67 mil itens foram fiscalizados, segundo a Anatel.

Segundo a Agência, “a homologação é um registro que garante ao consumidor que o produto atende as normas de qualidade e de segurança estabelecidas no país e é obrigatória para produtos que emitem radiofrequência e pode ser exigida para equipamentos relacionados a esses”.

Para saber se o equipamento é homologado, o ideal é verificar o selo no produto, no manual ou na caixa. Além disso, os consumidores podem consultar o portal da Agência para checar a informação.

A fiscalização na Amazon faz parte da ação presencial da Anatel em centros de distribuição de redes varejistas online. Os produtos ofertados no site da empresa foram monitorados para auxiliar na operação.

Cerca de 4,6 milhões de produtores irregulares já foram retirados do mercado, segundo a Anatel. A fiscalização na Amazon integra o Plano de Combate à Pirataria (PACP), que está vigente desde 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here