Ex-jogador Emanuel é demitido após Leila do Vôlei criticar MP do governo

Por Lourenço Flores

Campeão olímpico de vôlei de praia perdeu cargo de secretário nacional de Esporte após a mulher, senadora pelo DF, repudiar MP dos reitores

Campeão olímpico de vôlei de praia em 2004 e maior vencedor do circuito mundial da categoria, o ex-jogador Emanuel Rego foi demitido do cargo de secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento, do Ministério da Cidadania, na noite desta segunda-feira (15/06).

A exoneração, assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, saiu em edição extra do Diário oficial da União. Ele estava na função desde maio de 2019.

A perda do cargo ocorre cinco dias depois de a mulher do ex-atleta, a senadora Leila do Vôlei (PSB-DF), se juntar ao coro de críticos da medida provisória que dava ao ministro da educação, Abrahan Weintraub, o poder de nomear sem qualquer eleição ou consulta à comunidade acadêmica os reitores de universidades federais durante a pandemia do coronavírus.

“A MP que autoriza Weintraub [a] escolher reitores temporários para as federais durante a pandemia é um ataque à autonomia universitária. No que depender de mim, não aproveitarão a Covid-19 para tentar, mais uma vez, intervir nas universidades. Chega de retrocesso”, disse Leila.

Pouco depois, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), em medida muito rara – foi apenas a quarta vez desde a promulgação da Constituição federal em 1988 que isso ocorreu –, devolveu a MP ao presidente Jair Bolsonaro. O chefe do Executivo federal em seguida revogou a medida.

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here