Ex-chefe da Ferrari vira motorista de ambulância e ajuda a socorrer vítimas do coronavírus

Maurizio Arrivabene, que comandou a Ferrari na F1 entre 2014 e 2019, trabalha de forma voluntária no auxílio às vítimas do coronavírus na Itália como motorista de ambulâncias, assim como o diretor de competições da Pirelli, Mario Isola

Ao mesmo tempo em que chora a perda de milhares de pessoas, a Itália se une para vencer o coronavírus com vários gestos de solidariedade, com muitos cidadãos trabalhando de forma voluntária para prestar ajuda às vítimas do Covid-19. Um desses gestos foi revelado pelo jornalista Leo Turrini: Maurizio Arrivabene, chefe da Ferrari na F1 entre novembro de 2014 e janeiro de 2019, vem atuando como motorista de ambulância neste período tão difícil no país europeu. Em sua coluna no jornal italiano ‘Il Resto del Carlino’, Turrini fala sobre o trabalho voluntário de Arrivabene, de 63 anos, que hoje integra o corpo diretivo da Juventus.

Maurizio Arrivabene comandou a Ferrari entre o fim de 2014 e o início de 2019 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)“Fiel ao seu estilo de falso rabugento com um grande coração, Arrivabene não contou a ninguém, mas desde quando começou a tormenta está pronto para dirigir ambulância e transportar os enfermos aos hospitais. Em resumo, ele se tornou um piloto”, escreveu o jornalista, que é muito próximo à Ferrari. O antecessor de Mattia Binotto não é o primeiro nome ligado à F1 a fazer as vezes de motorista de ambulância para transportar vítimas do coronavírus. Mario Isola, diretor da Pirelli para a categoria, também vem prestado serviço nesta época em que a Itália está paralisada e socorre seus enfermos neste momento. De acordo com números atualizados pela Universidade Johns Hopkins, a Itália tem um total de 181.228 infectados por coronavírus e 24.114 vítimas fatais. São 48.877 pessoas curadas. Na última segunda-feira, pela primeira vez desde 21 de fevereiro, a Itália registrou redução no número de casos ativos de Covid-19.

Fonte: Terra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here