BSB E-Racing será transmitido dia 14

Festival, que tem cada vez mais adeptos em todo o país, conta com apoio do GDF

O GP de San Marino, um dos mais famosos da Fórmula 1, terá seu circuito reproduzido na primeira edição do Festival BSB E-Racing, evento que conta com a parceria da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL). As prévias da corrida virtual, que envolvem pilotos de todo o país, selecionarão, neste fim de semana, os 30 melhores participantes para a grande final. A transmissão ao vivo pera o público será nesta segunda-feira (14), a partir das 20h, no Dobo Studios, no Lake Side Hotel.

Dentro dos protocolos de segurança em combate à pandemia de Covid-19, cada piloto correrá da sua casa. Com iguais condições, na pista virtual de Ímola, todos pilotarão uma Mercedes-AMG GT3. Participarão do evento nomes conhecidos entre os seguidores da modalidade, ainda em difusão no Brasil, como Dudu Barrichello, filho de Rubens Barrichello, e Pedro Cardoso, representante do DF também na Stock Car. A expectativa é que cerca de 300 pessoas façam a sua inscrição, que terá seu valor revertido em cestas básicas para doação.

“Os esportes eletrônicos se transformaram na bola da vez em tempos de pandemia”Celina Leão, secretária de Esporte e Lazer

“Os esportes eletrônicos se transformaram na bola da vez em tempos de pandemia”, observa a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão. “Nesse momento em que vivemos, esse é um formato esportivo que ganhou ainda mais adeptos no Brasil. Por isso, é importante incentivar essas novas iniciativas – além de fazer parte da nossa política pública abrir espaço para todas as modalidades interessadas em ser difundidas no Distrito Federal.”

Formato universal

Os organizadores do evento, Pedro Lima e Thales Capucci, lembram que o automobilismo virtual, antes utilizado como ferramenta de treinamento dos pilotos profissionais, hoje ganhou o mundo. “[A modalidade] está sendo praticada no Brasil há muito tempo, mas o boom é novo”, explica Capucci. “Os pilotos treinam em simuladores, desde a Fórmula 1 até o kart, para economizar custos. Daí vieram as ligas, equipes de automobilismo virtual e os atletas começaram a se profissionalizar com isso”.

A SEL participa do BSB E-Racing por meio de termo de fomento, no valor de R$ 63.423,32, para apoiar os serviços de transmissão do evento, garantindo a infraestrutura – locação de palco, iluminação, sonorização e itens para atendimento dos protocolos em combate à Covid-19, como totens de álcool gel.

No local do evento, além da organização, estarão dois pilotos convidados e um comentarista. “Geralmente as ligas são feitas por amigos; por mais que tenha experiência, nunca houve um evento realizado com tanto profissionalismo assim”, informa Pedro Lima. A intenção da dupla é realizar uma corrida virtual por semestre.

Com informações da SEL

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here