Prefeito Dr. Lucas mantem os comércios abertos em Águas Lindas de Goiás

Tenho 70 mil pessoas que trabalham em Brasília, e eu estarei penalizando uma parte da população

Ontem (16), saiu o decreto Estadual de N° 9.828/2021 assinado pelo Governador do Estado, Ronaldo Caiado. O decreto foi acatado e comprido pela polícia Militar do Estado. A partir desse momento todos os comércios não essenciais estão sendo fechado.

E hoje (17), o Prefeito Dr. Lucas disse que o decreto continua em vigência e que os comércios vão continuar abertos até segunda ordem. Dr. Lucas também falou em sua live que vai distribuir para famílias carentes kits de cestas básicas e produto de higiene nos próximos dias.

“ hoje tenho 70 mil pessoas que acordam de madrugada e pega um ônibus e vai para Brasília, e retornam no final do dia… não faz sentido decretamos o lockdown em Águas Lindas, penalizar os nossos comerciantes; que já estão no limite do trabalho. Venho da iniciativa privada eu sei da dificuldade dos boletos que não param de chegar, e os insumos que tem paga, e da mão de obra que se emprega, e se eu fechar a cidade nesse momento e Brasília continuar aberto, eu tenho 70 mil pessoas que trabalham em Brasília, e eu estarei penalizando uma parte da população, como eu sei que hoje existem alguns seguimentos do comércio  que já estão sendo penalizados. Por exemplo, as escolas; então quero dizer que é muito difícil nós abrimos tudo e termos vida normal, nós não podemos ter vida normal e enquanto  a gente não ter vacina para toda a população e todo a humanidade, nós nunca mais seremos os mesmos, nós nunca mais viveremos da forma que já vivemos um dia, então nós estamos vivendo um marco histórico nas nossas vidas.

O nosso decreto municipal continua, nós iremos manter o nosso decreto municipal. Está com restrições e vai continuar em vigor, e nós respeitamos o decreto do Governador Ronaldo Caiado e entendemos bem que a além de tudo ele é médico também, e ele sabe que precisa preserva vidas; mas Águas Lindas é uma das cidade mais pobres do estado de Goiás, nós temos uma baixa renda per capita, uma das menores do Estado de Goiás, e eu sei também que muitos comerciantes  se fechar a porta do seu comércio vai entra em depressão, vai morrer de fome, e eu com a estrutura municipal não tenho condições de levar o alimento para toda a população; mas nós já estamos com as medidas que está no nosso alcance nesse momento que nós entendemos  que podemos contribuir para a nossa população passe por esse momento.” Disse Dr. Lucas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here