“Não vamos dar espaço para bandidagem”, diz Caiado durante inauguração da nova sede do Comando de Policiamento da Capital (CPC)

Governador destaca conquistas no combate à criminalidade, lembra que forças policiais são guardiões da segurança e reafirma compromisso com verdade e transparência. “Não existe corrupção onde impera a lei, Goiás é Estado rico e não pode ser dilapidado”, sentencia. Evento marca entrega de novos veículos, equipamentos, armas e munições para uso da Polícia Militar

“Não vamos dar espaço para a bandidagem”, afirmou o governador Ronaldo Caiado, na manhã desta quarta-feira (02/09), durante inauguração da nova sede do Comando de Policiamento da Capital (CPC), localizada ao lado do Autódromo Internacional de Goiânia, no Park Lozandes. O evento também marcou a entrega de mais veículos, equipamentos, armas e munições para uso da Polícia Militar de Goiás, um reforço na luta contra a criminalidade.

Durante pronunciamento, o governador disse que as forças policiais são guardiões da segurança, têm voz ativa na formação de opinião na sociedade e reafirmou compromisso com a verdade e a transparência. “Não existe corrupção onde impera a lei, onde a polícia tem liberdade para agir. Goiás é Estado rico e não pode se dilapidado”, destacou ao citar os avanços alcançados pelo setor. “Não se iludam com as viúvas da corrupção. Pensem naquilo que vocês querem deixar para seus filhos e para sua família”, asseverou.

O governador atribuiu os resultados positivos à bandeira defendida pela atual gestão, qual seja, o combate à criminalidade e a todas as formas de irregularidades. “Onde não se tem o império da lei, a corrupção graça, prolifera, se sente acima do Estado, passa a ser ameaçadora. E quem é o penalizado? É o cidadão”, pontuou.

Em seu discurso, Caiado também reforçou que, na atual gestão, o dinheiro público é corretamente utilizado para benefício da sociedade. Essa mudança de postura já pode, segundo o governador, ter garantido uma economia de mais de R$ 200 milhões aos cofres públicos.
“Isso tudo permite que tenhamos saúde digna no interior, educação de qualidade, pagamento dos salários em dia, condições de dignidade para o servidor público e, principalmente, a valorização de nossas polícias”, disse Caiado. Ao lembrar as dificuldades herdadas, quando encontrou o Estado em situação falimentar, observou que, contudo, “não fico lamuriando. Sou homem de trabalhar todo dia. Quero sair da crise primeiro que todos os demais Estados da federação.”

O resultado das iniciativas se converte em ampliação das parcerias com o governo federal, a exemplo dos benefícios entregues nesta quarta-feira ao Comando de Policiamento da Capital. Ao todo, foram R$ 5 milhões de investimento federal, com contrapartida do Estado. “É um reconhecimento a todas as nossas ações, um trabalho de forma conjunta”, afirmou Caiado.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, destacou que, mesmo em época de crise financeira, e em plena pandemia, Caiado não deixa de atender às demandas do combate à criminalidade, “com todo o esforço e toda a determinação do mundo”. Segundo observa, “tenho acompanhado isso, diariamente, ao lado dele”.

O resultado, para Rodney, se converte em reduções significativas nos índices de criminalidade. “A queda no número de homicídios alcançada em 2019, e que se repete agora em 2020 é histórica. Nos últimos 12 anos, pelo menos, que nós temos mensuração, não tivemos índices menores.”

Na visita que o ministro da Justiça, André Mendonça, fez ao governador, no último dia 21, foi apresentado um gráfico que mostra que Goiás lidera o ranking de combate à criminalidade no País.

Nova sede
Antes da solenidade, Caiado conheceu as novas instalações do CPC, que ficam ao lado do Autódromo Internacional de Goiânia, no Park Lozandes e foram cedidas pelo Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran Goiás). Na ocasião foi feita apresentação dos batalhões que compõem o comando, bem como seus principais resultados.

A mudança para o novo endereço do CPC, localizado às margens da GO-020, ocorreu após determinação da atual gestão no sentido de buscar meios para gerar economia ao Tesouro Estadual.

A antiga sede, que fica na Avenida Perimetral, era alugada e custava, ao mês, cerca de R$ 33 mil. Como o novo prédio faz parte do patrimônio público, estima-se uma economia de quase R$ 400 mil ao ano.

Mas, para além da economia, a nova sede vai garantir muito mais dignidade aos policiais. É o que afirmou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Renato Brum. “É uma grande conquista para a PM, o que reflete na atividade fim. Aqueles que ficam na retaguarda, na administração, precisam de um local decente. É um efetivo muito grande, que gera muitas escalas e diversas horas de operação”, comentou.

Comandante do CPC, Coronel Edson Ferreira Moura destacou que o antigo prédio não garantia segurança de permanência, por ser locado. O novo espaço também vai gerar qualidade laboral, o que vai proporcionar, segundo sua análise, “policiais mais motivados e bem acondicionados, com resultados positivos para a população”.

A nova sede do Comando de Policiamento da Capital conta com recepção e antessala, gabinete do Comando, gabinete do Subcomando, sala de reuniões/auditório, salas do adjunto, para seção administrativa, planejamento operacional, material de logística, comunicação social, recursos humanos, inteligência, procedimentos administrativos e supervisão, além de alojamento para mulheres, dois banheiros femininos e dois masculinos, copa e refeitório.

Veículos e armamentos
Dentre as entregas realizadas ao CPC estão duas camionetes 4×4 para policiamento ostensivo, 1.205 coletes balísticos, 30 carabinas, seis fuzis, 2.500 munições, 316.000 cartuchos, 1.421 unidades de materiais como capacetes, bastões e espargidores, além de 345 unidades de materiais como mochilas e luvas.

A perspectiva é que as entregas continuem. “Até primeiro semestre do ano que vem, todos os coletes balísticos serão trocados na PM”, afirmou Brum.

Também prestigiaram a solenidade o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Esmeraldino Jacinto De Lemos, o secretário-chefe da Casa Militar da Governadoria, coronel Luiz Carlos Alencar, o chefe de Estado-Maior Estratégico da PMGO, coronel Delso do Prado Mesquita Júnior, o subcomandante-geral da PMGO, coronel André Henrique Avelar de Sousa, o subcomandante do Policiamento da Capital (CPC), tenente coronel Marcos de Bastos, o comandante do 38º BPM, tenente coronel Heloísa Rosa de Brito, o comandante de Apoio Logístico e Tecnologia da Informação (Calti), coronel Karison Ferreira Sobrinho, além de comandantes de unidades, oficiais e praças, representantes das associações, banda de música, imprensa, amigos e familiares.

Foto: Hegon Corrêa

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here