Governo do Estado busca parceria com prefeituras para restaurar distritos agroindustriais de Goiás

Com apoio da Federação Goiana dos Municípios, Companhia de Desenvolvimento Econômico solicita isenção de IPTU para parques em 16 cidades. Objetivo é acelerar melhorias estruturais e atrair novos investidores

O Governo de Goiás, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), busca o apoio das prefeituras para acelerar a recuperação dos parques agroindustriais no Estado. Nesta semana, em parceria com a Federação Goiana de Municípios (FGM), a Codego solicita a isenção do imposto predial territorial urbano (IPTU) para 16 municípios. A estatal já recebe o benefício de outras 21 cidades.

A isenção, segundo o vice-presidente da Codego, Nailton de Oliveira, capacita a companhia economicamente para reinvestir o recurso na industrialização de Goiás, ação determinada pelo governador Ronaldo Caiado.

“A Codego é uma empresa que não visa lucro. A companhia e o Estado oferecem subsídios para que as empresas se instalem em nossos distritos”, informa Nailton.

Ele explica que existem parques industriais que não geram receita para a Codego e demandam recursos e investimentos. Por outro lado, afirma que todos são “extremamente importantes para as cidades”, com a criação de empregos e também na geração de impostos para o Estado e municípios, revertidos em melhorias para o cidadão.

“Alguns acham que a Codego sobrevive da venda de áreas, o que não é verdade”, cita Nailton. Ele informa que conseguem fazer a manutenção da infraestrutura e criar novos distritos principalmente com recursos advindos do fornecimento de água tratada e tratamento de esgoto.

“Por isso benefícios como a isenção do IPTU por parte dos municípios, como alguns já contam, com leis aprovadas nesse sentido, são tão importantes para que a Codego possa continuar promovendo o desenvolvimento de diversas regiões de Goiás”, complementou.

O presidente da FGM, José Cunha, destacou que a parceria é benéfica para todos, tendo em vista o poder de transformação da economia do município gerado por um distrito industrial. “Acreditamos que essa ação combate as desigualdades regionais e traz diversos benefícios aos municípios também”, disse.

Incentivo

O vice-presidente da Codego também destaca que a Lei Nº 20.764, sancionada este ano pelo governador Ronaldo Caiado, concede o financiamento de 98% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para as indústrias que tiveram projetos aprovados pela Comissão Executiva do Conselho Deliberativo do Fundo de Desenvolvimento de Atividades Industriais (Funproduzir) nas regiões do Entorno do Distrito Federal, Norte e Nordeste Goiano. Ao todo, 64 municípios são beneficiados com a medida.

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) – Governo de Goiás

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here