Candidatura de Túllio e Godoi não passa de farsa para enganar a população

Chapa formada por DEM e PTB está impedida de disputar às eleições em Águas Lindas

Conforme decisão do presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, a legenda fica proibida de coligar-se ao DEM ou PSDB, sob penalidade de “anulação dos atos convencionais em desacordo com as diretrizes, além de intervenção e/ou dissolução, sem prejuízo de eventuais sanções disciplinares”.

Por esse motivo, a Coligação Majoritária Renovação com Transparência e Humanização na Gestão, solicitou à Justiça Eleitoral, a impugnação da candidatura de Euripedes Apoema de Godoy, o Sargento Godoy, ao cargo de vice-prefeito de Águas Lindas de Goiás.

Em decisão semelhante, a Justiça Eleitoral proibiu a aliança formada entre Tucanos e Trabalhistas em Cristalina (GO). Na decisão, o juiz responsável pela ação concluiu “que o PTB está impedido de integrar qualquer uma das coligações locais”. O magistrado determinou pela exclusão do PTB da chapa que concorria à prefeitura municipal.

O mesmo se aplica a aliança formada em Águas Lindas. A sentença com a impugnação da candidatura de Godoy pode sair a qualquer momento.

No início da semana o Ministério Público Eleitoral também solicitou a impugnação da candidatura de Túllio. Conforme o artigo 30-A, §2º da Lei nº 9.504/97, o candidato à prefeitura de Águas Lindas já foi condenado por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, o que o deixa de fora da disputa. Ainda de acordo com o pedido do MPE, a condenação do candidato deu-se em virtude da conduta de captação ilícita de recursos para campanha leitoral o que, por si, já bastaria para impugnar sua candidatura.

Conforme a Legislação Eleitoral vigente, Túllio está inelegível por 8 anos e só poderá concorrer à prefeitura do município nas eleições de 2028. O que constitui o fim da linha para o aspirante ao mais alto posto do Executivo na cidade.

Fonte: Oentornodf

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here