Brigadistas parceiros da Semad e bombeiros eliminam incêndio no Parque Estadual da Serra Dourada

Na última quinta-feira (20) a Semad, que promove medidas de prevenção a incêndios florestais e educação ambiental em unidades de conservação de Goiás, informou que o incêndio já tinha sido controlado em grande parte

Um incêndio que devastava áreas de conservação do Parque Estadual da Serra Dourada, entre os municípios de Goiás e Mossâmedes, foi totalmente controlado na manhã deste sábado (22/08). A informação foi repassada pela equipe de brigadistas da Organização Não Governamental (ONG) Aliança da Terra, que tem parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).

De acordo com o diretor do parque, Maurício da Veiga Jácomo, o incêndio teve início no último sábado (15) e, durante a semana, 20 homens do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) trabalharam na região para controlar o incêndio na Unidade de Conservação (UC). Porém, desde a última quarta-feira brigadistas da ONG foram deslocados do Parque Estadual de Caldas Novas (PESCaN), onde ficam sediados, para auxiliarem no combate às queimadas.

Segundo o diretor do PESCaN, Maurício Vianna Tambellini, nas primeiras 24 horas o avanço do fogo em novas áreas foi reduzido em cerca de 80%. “Ao final de 48 horas foi garantido que o fogo não atingisse novas áreas do parque. E com 72 horas de trabalho dos bombeiros e da brigada Aliança da Terra, foram eliminados todos os grandes focos de incêndio dentro das áreas que já haviam sido atingidas no parque”, conta.

Redução da faixa
Na última quinta-feira (20/08) a Semad, que promove medidas de prevenção a incêndios florestais e educação ambiental em unidades de conservação de Goiás, informou que o incêndio já tinha sido controlado. Inicialmente, os focos de queimada que alcançavam uma faixa de cerca de 3,5 km, foram reduzidos para aproximadamente 400 metros.

Entre as dificuldades que a região impõe ao trabalho de controle de incêndios estão o clima seco, baixa umidade, velocidade do vento e relevo – montanhoso –, entre outras. Com reforços, os trabalhos, que tiveram início por volta de 13h de quarta-feira, seguiram até a manhã de sábado.

Os brigadistas da ONG Aliança da Terra, que firmou parceria com a Semad em 2019, são treinados e recebem, inclusive, aporte financeiro do Serviço Florestal Americano, considerado a elite no combate a incêndios no mundo. Inicialmente o trabalho desenvolvido era de repassar esse treinamento a combatentes goianos, porém, posteriormente, decidiu-se pela disponibilização de homens para atuarem de forma permanente no combate a incêndios em Unidades de Conservação (UCs) do Estado de Goiás.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here