Confiança da indústria na economia do DF cresce pelo quarto mês seguido

O índice chegou a 58,3 pontos em outubro, um aumento de 0,6 na comparação com o mês de setembro

Pesquisa divulgada pela Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra) mostra que a confiança na economia do DF pelos empresários do ramo está em crescimento há quatro meses. Índice de Confiança do Empresário Industrial do DF (Icei-DF) está próximo de alcançar o nível observado em março, antes da pandemia da Covid-19.

O estudo foi feito em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do DF (Sebrae-DF), entre 1º e 14 de outubro de 2020. O índice de confiança chegou a 58,3 pontos em outubro, um aumento de 0,6 na comparação com o mês de setembro. Pela pesquisa, valores acima de 50 pontos indicam confiança do empresário.

No mês de abril, o Icei-DF teve a maior queda mensal, marcando o índice mais baixo em 2020, de 37,4 pontos. Desde então, houve um processo de recuperação da confiança dos empresários, passando dos 50 pontos no mês de julho. A partir daí, todos os meses apresentaram aumento da confiança na economia, recuperando 20,9 pontos. Parte da recuperação do otimismo, aponta o estudo, está relacionada à chegada do fim de ano, período historicamente favorável ao aumento de vendas.

A pesquisa levantou ainda o indicador de expectativas, que chegou aos 65,2 pontos. Este índice mostra o otimismo entre os empresários industriais do DF quanto ao desempenho da economia nos próximos seis meses.

O aumento no nível pode ser explicado pela menor incidência dos juros e da inflação, fatores que tendem a estimular a demanda. Os empresários apresentaram otimismo em relação à economia brasileira, com 64,7 pontos; à economia do DF, com 65; e da própria empresa, com 65,4 pontos.

Outro índice levantado foi o Indicador de Condições Atuais, que recuperou 22,7 pontos no período de junho a outubro e chegou aos 44,6 pontos em outubro, com um aumento de 0,2 em relação a setembro. No Icei nacional, houve uma pequena alta em outubro, chegando aos 61,8 pontos, aumento de 0,2 em relação a setembro.

* Com informações da Secretaria de Economia

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here