Ibaneis apresenta queixa-crime contra Renan Sena

O governador pede que seja atribuída à conduta de Renan os crimes de injúria e difamação contra o governador

Nesta segunda-feira (22), o governador Ibaneis Rocha apresentou uma queixa-crime contra o extremista Renan da Silva Sena.

O documento entregue ao juízo, acusa o bolsonarista de chamar Ibaneis de corrupto diante de uma autoridade policial. “Assim, restou configurado o propósito de atingir a sua reputação ilibada, imputando-lhe a prática de fato determinado considerado extremamente desonroso”, diz o texto.

Ibaneis pede que seja atribuída à conduta de Renan os crimes de injúria e difamação contra o governador.

Engenheiro eletricista, Renan da Silva já havia sido indiciado pela PCDF por crimes de injúria e difamação. O inquérito foi relatado na quinta-feira (18) ao Judiciário pela Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC).

No último dia 14, o extremista foi preso e libertado após ser localizado dentro de um carro, no Setor de Indústrias Gráficas (SIG). De acordo com a ocorrência, a motorista arrancou com o veículo durante a prisão, entrou na contramão e arrastou um policial por alguns metros.

Acusação

Renan Sena é acusado de participar do grupo que soltou fogos de artifício no Supremo Tribunal Federal (STF), além de ameaçar Ibaneis e outras autoridades em vídeos que circularam nas redes sociais, após a retirada do acampamento a favor do presidente da República.

O extremista já é indiciado por agredir verbalmente uma enfermeira que participava de um ato a favor do isolamento social na Praça dos Três Poderes, no dia 1º de maio.

Por Marcus Eduardo Pereira

Fonte: Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here