Guarda-corpo do Viaduto Ayrton Senna ganha nova estrutura

A mureta de 300 metros de comprimento e 1,20 de largura passa por uma reforma geral. Investimento é de R$ 633 mil

A melhoria no viaduto vai beneficiar aproximadamente 50 mil veículos que transitam na parte superior do viaduto e cerca de 70 mil veículos que trafegam na parte inferior | Foto: Divulgação/DER-DF

A reforma no guarda-corpo do Viaduto Ayrton Senna chegou à metade do serviço total executado. O serviço de todo o lado sul do viaduto já está concluído. Daquele lado foi realizada a demolição de aproximadamente 300 metros de comprimento e 1,20 m de altura do antigo guarda-corpo e a substituição da estrutura nova, com a instalação dos novos pilares e das vigas e a execução do lixamento e pintura.

Nesta semana, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) deu início à mesma sequência, porém no lado norte do elevado. A previsão de conclusão da obra é em fevereiro de 2021.

“A estrutura desse guarda-corpo estava totalmente desgastada e trazia risco aos usuários. Agora vamos entregar o viaduto com o parapeito totalmente novo, com total segurança para a população”, disse o chefe do 5º Distrito Rodoviário, Geraldo Jacinto da Silva.

A obra, iniciada em setembro, conta com a força de trabalho de 50 operários e tem orçamento de aproximadamente R$633 mil.

A previsão de conclusão da obra é em fevereiro de 2021 | Foto: Divulgação/DER-DF

Beneficiados

A melhoria no viaduto vai beneficiar aproximadamente 50 mil veículos que transitam na parte superior do viaduto e cerca de 70 mil veículos que trafegam na parte inferior. A obra de arte especial Ayrton Senna é o principal ponto de ligação do Plano Piloto com a Estrada Parque Ceilândia (EPCL/DF-095).

O ciclista e professor de capoeira, Daniel Batista, de 29 anos, mora na Ceilândia e passa todos os dias pelo viaduto e aprovou a reforma no guarda-corpo do elevado. “Além da segurança que essa reforma proporciona é agradável ver o local bonito, pintado. A estrutura aqui estava caindo aos pedaços mesmo. Está ficando muito bom”, comentou.

*Com informações do DER/DF

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here