Feira do Núcleo Bandeirante será totalmente reformada

Projeto da NOVACAP foi lançado hoje em parceria com a Administração Regional e teve o apoio do deputado distrital Hermeto (MDB)

A NOVACAP lançou hoje (11) um novo projeto de reforma para a Feira Permanente do Núcleo Bandeirante. Com o custo estimado de R$ 10 milhões de reais, a obra tem previsão de ser finalizada em março de 2022.

Embora a feira seja a primeira e a mais tradicional de Brasília, o espaço nunca havia ganhado uma reforma completa como está sendo proposta atualmente pela NOVACAP.

Ano passado, o deputado distrital Hermeto (MDB) destinou emenda parlamentar para a reforma dos banheiros, pintura e conserto do telhado e agora se coloca mais uma vez à disposição para contribuir com o novo projeto.

“Já estava na hora da feira do Bandeirante receber um investimento maior e mais completo. Precisamos cuidar e valorizar o patrimônio cultural da nossa cidade”, comentou Hermeto.

No novo projeto, todo o teto e boa parte dos pisos serão trocados e os galinheiros que hoje são unificados, passarão a ser separados. Além disso, os quiosques ganharão um depósito na parte de cima, o que vai dobrar a capacidade de armazenamento dos feirantes.

“Essa é uma reforma grande que vai demandar certa paciência de todos, pois precisaremos mexer na estrutura e interditar algumas partes por um tempo, mas tenho certeza que vai valer à pena esperar”, reforçou Aldaberto Carvalho, administrador do Núcleo Bandeirante.

O projeto contempla também toda a infraestrutura das instalações de água, elétrica, esgoto, drenagem pluvial, combate a incêndio e pânico e inclui a criação de um estacionamento interno.

A feira será referência em Brasília. Essa reforma irá proporcionar melhorias na qualidade de atendimento ao cliente, além de trazer conforto, segurança, acessibilidade e lazer para os frequentadores”, destacou o presidente da Novacap, Fernando Leite.

A feira também será atualizada quanto às normas de acessibilidade com a execução de rotas acessíveis, adequando as calçadas, rampas, estacionamentos, sanitários ao PCD (Pessoa com deficiência), além da implantação de fraldário e parque infantil.

Por Vanessa de Araújo

Fonte: hermeto.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here