Brasília integra roteiro inédito dos Sertões 2020

O mundial Rally dos Sertões se reinventa durante a pandemia. Corrida passará pelo DF com medidas sanitárias para garantir segurança dos participantes

Um rígido protocolo de segurança garantirá a realização do projeto. Este ano o rally se deslocará de “bolha” em “bolha”, ao invés do modelo tradicional de cidade em cidade I foto: divulgação

Brasília consolida-se cada vez mais como um dos mais importantes destinos turísticos do país. O reconhecimento dos grandes atrativos que a cidade oferece fez com que os organizadores do tradicional Rally dos Sertões optassem por realizar a sua passagem por Brasília. A competição, que sairá de São Paulo, acontecerá entre os dias 30 de outubro e 7 de novembro, quando chegará a Barreirinhas, no Maranhão.

Um rígido protocolo de segurança garantirá a realização do projeto. Este ano o rally se deslocará de “bolha” em “bolha”, ao invés do modelo tradicional de cidade em cidade. Desde antes da largada, os pilotos, equipes e organização da corrida ficarão confinados em acampamentos, sem acesso ao público local.

Os pilotos e navegadores que disputarão a prova começarão a chegar a Brasília, que abrigará a primeira “bolha”, no próximo dia 31 e aqui ficarão até o dia 2 de novembro, quando seguem para a próxima etapa do rally.

Como legado, as tradicionais ações sociais dos Sertões irão trazer às comunidades carentes do Distrito Federal uma unidade de telemedicina, com atendimento focado em dermatologia pediátrica, além de distribuição de cerca de mil cestas básicas, que devem privilegiar compras de insumos alimentícios de pequenos produtores locais.

“Este é um importante legado que os organizadores do Rally dos Sertões deixarão para a comunidade do Distrito Federal. E foi isto que levou o governador Ibaneis Rocha a determinar que déssemos apoio para que a corrida passasse por Brasília”, afirma o secretário de Governo, José Humberto Pires.

Joaquim Monteiro, CEO da Dunas Race, organizadora do Sertões, afirma que todos os esforços foram feitos para que a corrida deste ano não fosse cancelada. Segundo ele, seria a primeira vez que a competição teria mais expedicionários do que pilotos. “Ponderamos todos os cenários sobre um eventual cancelamento, como ocorreu com diversas atividades, e decidimos por um meio-termo, um formato mais enxuto”, afirma ele.

A secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, afirma que a passagem da competição pela capital federal é fruto do destaque que Brasília conquistou enquanto destino turístico seguro. “A imagem de Brasília será projetada para todo país e para o mundo pelo olhar da competição, que busca sempre mostrar os tesouros que o Brasil tem em seu interior”, diz.

Na visão da secretária, Brasília é hoje uma cidade completa, diferenciada e um destino que oferece um leque de opções de atrativos nas mais diversas áreas, que terão visibilidade com a passagem da competição pela capital. “Essa Brasília que vai além do que as pessoas imaginam será mostrada com a passagem do Rally dos Sertões”, afirma Vanessa Mendonça. “Muita gente conhece diversas partes do mundo por imagens marcantes e desconhecem as maravilhas que temos no Brasil. No Distrito Federal não é diferente, temos muito a mostrar”, completa.

De acordo com a secretária, praticamente todas as áreas do GDF atuaram para concretizar a passagem do Rally pela cidade. “Foi um trabalho a muitas mãos, como tem sido costume neste governo. Buscamos interlocução entre vários órgãos para viabilizar a realização desta etapa dentro de todas as exigências que o momento de pandemia nos traz”, aponta Vanessa Mendonça.

* Com informações da Secretaria de Turismo

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here