Presídios do DF somam 1.231 infectados

Segundo governo, são 980 presos e 251 policiais penais diagnosticados. Até esta quinta (18), dois detentos e um servidor morreram pela Covid-19 na capital

Presos do Presídio da Papuda em Brasília, em imagem de arquivo. — Foto: Gláucio Dettmar/CNJ

Chegou a 1.231 o total de infectados pelo novo coronavírus entre detentos e policiais penais do sistema prisional do Distrito Federal. Os dados, divulgados na noite desta quinta-feira (18) pelas secretarias de Saúde e de Segurança Pública, apontam:

  • 980 presos infectados
  • 251 policiais penais infectados

Até esta quinta, dois detentos e um policial penal haviam morrido vítimas da Covid-19. No início de junho, o DF registrou o primeiro caso de uma detenta infectada (veja perfil dos casos abaixo). Antes disso, todos os contaminados nos presídios eram homens.

Além dos casos nas unidades administradas pelo governo do DF, a Penitenciária Federal de Brasília tinha, até o mês passado, um infectado. O G1 pediu atualização da situação na unidade mas, até a publicação desta reportagem, o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) não havia enviado resposta.

Casos entre detentos

Presos do Presídio da Papuda em Brasília, em imagem de arquivo. — Foto: Gláucio Dettmar/Agência CNJ

Presos do Presídio da Papuda em Brasília, em imagem de arquivo. — Foto: Gláucio Dettmar/Agência CNJ

De acordo com a Secretaria de Saúde, entre os detentos com coronavírus, 862 estão recuperados. Outros 115 ainda têm infecções ativas, divididas entre:

  • Caso grave: 1
  • Casos moderados: 2
  • Em análise: 112

Ainda segundo a pasta, a maioria dos contaminados tem entre 20 e 29 anos, mas 138 são idosos. O boletim aponta que 46 pacientes têm comorbidades – doenças que podem agravar o quadro.

Casos entre servidores

Detentos do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília — Foto: Secretaria de Segurança Pública do DF/Divulgação

Detentos do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília — Foto: Secretaria de Segurança Pública do DF/Divulgação

Já quanto aos servidores infectados, a Secretaria de Segurança Pública afirma que 19 policiais são casos ativos e 232 estão recuperados. Os profissionais contaminados trabalham nas seguintes unidades:

  • Centro de Detenção Provisória (CDP): 40 policiais penais
  • Centro de Detenção Provisória II (CDP II): 3 policiais penais
  • Centro de Internamento e Reeducação (CIR): 40 policiais penais
  • Penitenciária do Distrito Federal I (PDF I): 53 policiais penais
  • Penitenciária do Distrito Federal II (PDF-II): 55 policiais penais
  • Centro de Progressão Penitenciária (CPP): 27 policiais penais
  • Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE): 24 policiais penais
  • Penitenciária Feminina do Distrito Federal (PFDF): 3 policial
  • Área administrativa da Sesipe: 5 servidores

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here