Sindicato quer punir rodoviários que trabalharam como pirata durante a greve

sindicato-quer-punir-rodoviarios-que-trabalharam-como-pirata-durante-a-greveDurante assembleia da categoria, rodoviários criticaram colegas que trabalharam em lotações clandestinas nos dias de greve.

Com o fim da greve dos rodoviários no Distrito Federal, o sindicato da categoria quer agora identificar e punir motoristas e cobradores que aproveitaram os três dias de paralisação para fazer transporte pirata.

“É inadmissível que alguns entre nós tenham tentado se dar bem, enquanto a categoria se unia para melhorar as condições de trabalho”, disse ao Fato Online João Osório, ex-presidente e um dos diretores do sindicato.

Não será difícil identificar os “piratas”, segundo Osório, porque os próprios colegas têm feito denúncias nesse sentido. “Vamos identificar esses companheiros e pedir às empresas que os demitam”, afirmou Osório.

Na assembleia que oficializou o retorno ao trabalho, na tarde dessa quarta-feira (10), os discursos mais acalorados foram justamente contra os rodoviários que trabalharam em lotações clandestinas nos dias de greve.

Um rodoviário da empresa Piracicabana – uma das cinco que aderiu à greve – já teria sido identificado por ser flagrado fazendo transporte pirata no Paranoá. “Quero registrar minha revolta. Uma pessoa dessa não pode ser chamada de rodoviário”, disparou um dos sindicalistas do alto do carro de som, ovacionado em seguida.

A greve da categoria chegou ao fim após os empresários terem concordado em conceder aumento de 10% no salário, 11% no valor do tíquete-alimentação e 11% na cesta básica. Os patrões avisaram, porém, que vão descontar os dias de paralisação. O atual presidente do sindicato, Jorge Farias, ameaçou: “Se isso acontecer, vai ter mais problema.”

Fonte: Fato Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here