Rollemberg anuncia reforma da Escola de Música entre protesto de professores

rollemberg-anuncia-reforma-da-escola-de-musica-entre-protesto-de-professoresConstrangido pelos gritos de manifestantes do Sinpro (Sindicatos dos Professores do Distrito Federal), o governador Rodrigo Rollemberg compareceu à Escola de Música de Brasília para anunciar que ela está na fila de reformas que o governo deve fazer.

“Nos próximos dias vamos recuperar o Museu de Arte de Brasília, o Centro Cultural de Dança e o Centro Cultural Renato Russo. O próximo equipamento recuperado será a Escola de Música. Queremos melhorar a infraestrutura e por isso estou aqui com o presidente da Terracap, que vai orçar e viabilizar recursos para essa reforma”, disse o governador.

A visita partiu do próprio governador, após ouvir reclamações dos professores na semana passada. A Escola de Música tem vivido uma guerra interna. Os professores estão insatisfeitos com a gestão de Ayrton Pisco, no cargo desde o início de 2014.

Um dos pontos de discórdia é sobre as aulas individuais. Os professores querem continuar dando aula para apenas um aluno, mas Pisco quer aulas em grupo.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Educação, como a escola se enquadra na categoria técnica, não é possível atender à solicitação dos professores. Por sua vez, os professores dizem que a aula em grupos não foi aprovada pelo Ministério da Educação. “Isso não está previsto no nosso plano de curso no MEC”, diz o professor de percussão Denilson Bianchini.

Para resolver esse embate, a Secretaria de Educação criou um grupo de trabalho. Uma das propostas estudadas é alterar a categoria da escola de técnica para especial.

Greve

Durante quase todo o tempo em que o governador esteve na escola, inclusive enquanto crianças apresentavam um número musical, os manifestantes insistiram com o protesto quase impedindo a apresentação dos alunos. Os manifestantes prometeram seguir o governador em outros eventos – no que chamaram de “agenda do constrangimento”.

Questionado sobre as negociações com os grevistas, Rollemberg fez um apelo. “Neste fim de semana temos a realização do Enem. Temos pessoas precisando de atendimento na saúde. Apelamos para o consenso das categorias”, disse.

Rollemberg afirmou que está aguardando a apreciação de alguns projetos de aumento de receita na Câmara Legislativa do DF e que só após isso apresentará um cronograma. “O encerramento da sessão legislativa é dia 15 de dezembro, mas ainda hoje estive com a presidente da CLDF solicitando atenção especial. Tão logo saibamos o que teremos de receita para o ano que vem apresentaremos o cronograma de pagamento”, completou.

Fonte: Fato Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here