Obras de inversão completam dois meses

foto_17092015092900Dos 6,2 kms que serão asfaltados e alargados, 4,2 estão concluídos.

Com cerca de 4,2 quilômetros já asfaltados e alargados na pista de confluência da Avenida Hélio Prates com a Samdu Norte, as obras para a inversão no trânsito de Taguatinga completaram 60 dias ontem (16). A previsão dos técnicos da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) é concluir, até 25 de outubro, os 6,2 quilômetros do serviço. O custo estimado da pavimentação é de R$ 4 milhões.

Equipes da Novacap trabalham no viaduto do centro de Taguatinga, na entrada da Samdu. No local, além das obras de pavimentação, ocorrem a remoção do canteiro central, a readequação da iluminação pública e a colocação da nova sinalização. O viaduto, que tinha duas faixas separadas pelo canteiro, ficará com sentido único, sem intervenções no meio.

Os próximos locais a sofrerem mudança são a alça de acesso ao centro, rumo à Samdu, próximo ao 2º Batalhão de Polícia Militar; e a via de entrada central de Taguatinga, abaixo do viaduto, que será alargada com mais uma faixa. “O projeto é tocado desde maio, dois meses antes do início das obras, e o governo ouve, constantemente, a comunidade e as lideranças da cidade”, destaca o vice-governador, Renato Santana. Segundo a

Vice-Governadoria, tão logo termine o recapeamento, começam as adaptações para a inversão.

Na programação da Novacap, ainda haverá, nos próximos dias, reparo nos meios-fios e adequação de bueiros nos 5,7 quilômetros da Avenida Comercial. A obra está na garantia de cinco anos prevista no contrato da construtora que executou o serviço no ano passado, portanto, caberá à empreiteira arcar com os custos dessa operação.

Fonte: Jornal Alô

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here