Em debate, regras para 600 vagas de acolhimento

Atendimento para adultos e famílias em situação de rua será na modalidade Casa de Passagem

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) vai promover nesta terça-feira (13) uma audiência pública para detalhar o edital de chamamento público que prevê a ampliação das vagas de acolhimento institucional. E, também, ouvir as sugestões das Organizações da Sociedade Civil interessadas em participar do edital. Serão 600 vagas a mais destinadas a adultos e famílias em situação de rua no Distrito Federal.

As vagas do Serviço de Acolhimento para Adultos e Famílias serão na modalidade Casa de Passagem, que é quando a instituição oferece de forma temporária um espaço para o usuário dormir, guardar os pertences, usar banheiro e tomar banho. Também há ajuda no acesso ao atendimento médico e benefícios sociais.

Documentação

“Na audiência, a Sedes vai tirar detalhar o edital e a documentação necessária, além de tirar dúvidas das entidades interessadas em oferecer o serviço. Para dar mais capilaridade ao atendimento, o chamamento foi dividido em lotes de 100 vagas, que deverão ser distribuídas em, no mínimo, duas unidades, para que não ultrapasse o limite de 50 acolhidos por estabelecimento”, explica o presidente da Comissão de Seleção do edital, Rafael Soares.

A gestão das vagas, os registros de atendimentos, acompanhamentos e demais informações referentes aos usuários inseridos e desligados no serviço serão realizados por meio de sistema informatizado da Sedes. Aqueles que não tiverem o Cadastro Único ou cujo documento estiver desatualizado vão receber o atendimento referente a esses serviços.

Audiência pública da Sedes sobre Termo de Colaboração com Organizações da Sociedade Civil

Dia: 13 de outubro de 2020 (terça-feira)
Horário: 15h
Local: Centro de Treinamento e Capacitação da Sedes, localizado na QE 01, Área Especial J, Guará I.

*Com informações da Sedes

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here