Distrital José Gomes é cassado pelo TSE e Luzia de Paula assume na Câmara Legislativa

O deputado distrital José Gomes (PSB), teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na noite desta terça-feira (06). Ele era processado por ter coagido trabalhadores da empresa  Real JG Serviços Gerais a votar nele durante a campanha de 2018. A suplente e ex-deputada Luzia de Paula (PSB) se prepara para assumir o lugar de Gomes

A decisão da Corte Eleitoral que cassou Gomes foi comemorada ontem a noite por Luzia de Paula que agora se prepara para assumir a cadeira

Acusado de abuso de poder econômico e coação de funcionários da empresa Real JG Serviços Gerais, da qual é o proprietário, o deputado José Gomes começou a limpar as gavetas do gabinete que ocupa na Câmara Legislativa, ontem mesmo a noite diante da decisão proferida pelo TSE.

Embora os seus advogados pretendam  recorrer, da decisão tomada na noite de ontem, Gomes diz não ter mais esperança de continuar como deputado.

A denúncia contra o distrital foi feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) no início de 2019. Ele foi acusado de ter colocado contra a parede cerca de 10 mil funcionários de sua empresa para votar nele, na última eleição. José Gomes foi eleito com pouco mais de 16 mil votos.

No processo inicial, Gomes foi derrotado por  seis votos  a zero  no Tribunal Regional Eleitoral, tendo a defesa dele recorrido para o Tribunal Superior Eleitoral  que manteve a decisão anterior. Além de perder o mandato, José Gomes ficará  inelegível por oito anos.

Desde abril do ano passado, Luzia de Paula vinha aguardando por este desfecho. Agora ela se prepara para assumir a vaga.

Por Toni Duarte

Fonte: RadarDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here