CLDF realiza seminário para debater os desafios do sistema socioeducativo

Segundo Fábio Félix, o objetivo “é publicizar dados para somarmos experiências com o intuito de construir uma política sólida de atendimento, qualificando o trabalho hoje ofertado à sociedade”

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) realiza, nos dias 8 e 9 de outubro, o seminário online “Sistema Socioeducativo: Intersetorialidade e intervenções possíveis baseadas em evidências”. O evento terá mesas de discussão e oficinas e vai disponibilizar certificados. Deverão participar profissionais das diversas áreas relacionadas à infância e juventude, ativistas e pesquisadores dos direitos humanos, bem como estudantes de psicologia, serviço social, pedagogia entre outros. A inscrição é gratuita e pode ser feita no link https://bityli.com/OOrOs.

Segundo o autor da iniciativa, deputado Fábio Félix (Psol), o objetivo “é publicizar dados para somarmos experiências com o intuito de construir uma política sólida de atendimento, qualificando o trabalho hoje ofertado à sociedade”. O distrital, que é presidente da Comissão dos Direitos Humanos da CLDF, destaca que há “grandes desafios” para que as políticas de execução das medidas socioeducativas sejam de fato efetivas. “Os servidores lidam com diversas dificuldades, dentre elas a precarização dos espaços de trabalho, a ausência de capacitação continuada e, principalmente, a fragilidade da política de Estado para atender a este público e suas famílias” – avalia.


Confira a programação:

8/10, às 9h30 • Mesa de Abertura: Apresentação de dados do Sistema Socioeducativo do DF

Convidades: deputado Fábio Felix, CDCA DF, deputada Arlete Sampaio, deputado Leandro Grass, Secretaria de Justiça / Subsecretaria do Sistema Socioeducativo, NEIJ – UnB, Juliana Rufino.

08/10, às 14h • Vulnerabilidade e Gênero

Mediadoras: Luana Euzébia, Andreia Reis, Julianna Rufino e Wesley Silva

Discutir a vulnerabilidade das mães do Sistema Socioeducativo do DF e as possíveis correlações desta com a trajetória infracional dos adolescentes, a fim de revisitar questões relativas às intervenções com as famílias, assistência e vulnerabilidade social e empregabilidade como fator de proteção.
 

08/10, às 14h • Vulnerabilidade e Formação profissional

Mediadoras: Júlia Galiza, Natália Almeida e Natalia Stanzioni

Construir propostas de oportunidades de inserção profissional nas medidas socioeducativas, fomentando política de formação continuada que abarque o acompanhamento do adolescente desde a entrada até sua saída como egresso.

08/10, às 16h • Atendimento psicossocial enquanto fator de proteção no atendimento socioeducativo

Mediadoras: Juliana Otoni, Dayane Silva e Thiago Bazi

Fomentar a discussão sobre o atendimento técnico socioeducativo como fator de proteção ao adolescente em acompanhamento no SSE DF, propondo estratégias de qualificação e ampliação da abrangência do serviço.

08/10, às 16h • Questões raciais, branquitude e intervenção no atendimento sistema socioeducativo

Mediadoras: Luana Euzébia, Julianna Rufino e Danielle Sanchez

Debater privilégios inerentes a condição de branquitude nos espaços de poder do SSE DF, a fim de propor agenda antirracista e de visibilização das questões raciais nos espaços de atendimento, de interlocução interinstitucional e de tomada de decisão.

09/10, às 10h • Diversidade e sistema socioeducativo: o atendimento à população LGBT

Mediadoras: Douglas o e Lucci Laporta

Fomentar a discussão sobre o atendimento à população LGBT no Sistema Socioeducativo do DF, promovendo revisão sobre a cultura institucional, qualificação do atendimento e ações institucionais de promoção de equidade de gênero.

09/10, às 10h • Política de atendimento socioeducativo para meninas

Mediadora: Luana Afonso e Perla Ribeiro

Debater sobre a construção de parâmetros para um atendimento socioeducativo a meninas que promova equidade de gênero, desde o atendimento inicial até a saída sistemática.

09/10, às 14h • Saúde Mental e sistema socioeducativo

Mediadoras: Iara Flor, Talita Oliveira e Lina Vilela

Elaboração de parâmetros para o atendimento em Saúde Mental de Adolescentes no SSE DF, desde a prevenção até a promoção da saúde do adolescente, fomentando o debate interinstitucional na construção de ações conjuntas.

09/10, às 16h • Mesa de encerramento do Seminário

Convidados: deputado Fábio Felix, deputado Renato Roseno (PSOL CE), PREMSE, NAJEMSE, VEMSE, Subsecretaria do Sistema Socioeducativo do DF

*Com informações da assessoria do deputado Fábio Félix

Fonte: Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here