Agnelo Queiroz e Jacques Pena são citados em lista da Odebrecht

6801597681_3817455fd7_o-840x560Políticos do cenário brasiliense estão citados na lista apreendida pela Polícia Federal que aponta possíveis repasses da empreiteira Odebrecht para mais de 200 representantes de 18 partidos. O ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT) figura na listagem com repasses que somam R$ 560 mil recebidos como doação de campanha durante as eleições para o governo do DF em 2010. O ex-presidente do BRB, Jacques Pena, também está relacionado.

De acordo com as planilhas de pagamento, Agnelo teria recebido três repasses da empreiteira. O primeiro pagamento é datado de 1º de setembro de 2010, feito nominalmente ao ex-governador. No primeiro pagamento foram depositados R$ 160 mil. Outros dois depósitos foram feitos pela empreiteira em 28 de setembro de 2010 em contas-correntes de diferentes bancos. Um dos repasses foi de R$ 80 mil e o segundo de R$ 320 mil.

Na prestação de contas de Agnelo à Justiça Eleitoral em 2010 não constam doações diretas recebidas pelo candidato da construtora. Os repasses, entretanto, poderiam ter sido feitos via PT Nacional.

O petista Jaques Pena também aparece na lista, tendo recebido uma doação de R$ 150, feita pela empreiteira, em 2010. O documento é considerado o mais completo acervo do que pode ser a contabilidade paralela revelada nesta terça-feira (22/03) pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

As planilhas estavam com Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura, e conhecido no mundo empresarial como “BJ”. Foram apreendidas na 23ª fase da operação Lava Jato, batizada de “Acarajé”.

Agentes ligados à investigação destacam que ainda é prematura qualquer conclusão quanto à natureza dos pagamentos, que ainda serão analisados. Isso porque a construtora fez centenas de doações a campanhas eleitorais que foram devidamente registradas pelos candidatos em suas prestações de conta, aprovadas pela Justiça Eleitoral. Confira aqui a lista de doadores que contribuíram para a campanha de Agnelo Queiroz em  2010: http://migre.me/tkEpB

O Metrópoles tentou entrar em contato com Agnelo Queiroz e com Jaques Pena, mas nenhum dos dois atendeu as ligações.

Aguarde mais informações

Fonte: Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here