Celso de Mello dá 5 dias para que Moro preste depoimento sobre acusações

Possíveis denunciação caluniosa e crime contra a honra, abrangem o próprio ex-ministro. Caso ele não consiga provar as acusações, poderá ver as denúncias voltarem-se contra ele

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, participa de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Celso de Mello, acaba de determinar que o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro preste depoimento em um prazo de 5 dias sobre as acusações feitas contra o presidente Jair Bolsonaro.

Antes, o prazo dado pela Corte era de 60 dias. O objetivo do inquérito é apurar se foram cometidos os crimes de falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação, obstrução de Justiça, corrupção passiva privilegiada, denunciação caluniosa e crime contra a honra.

Possíveis denunciação caluniosa e crime contra a honra, abrangem o próprio ex-ministro. Caso ele não consiga provar as acusações, poderá ver as denúncias voltarem-se contra ele.

“Considerando as razões de urgência nela invocadas pelos Senhores congressistas, determino, não obstante os autos estejam na douta Procuradoria-Geral da República, seja intimado, desde logo, para inquirição, o Senhor Sérgio Fernando Moro, em ordem a que possa apresentar ‘(…) manifestação detalhada sobre os termos do pronunciamento, com a exibição de documentação idônea que eventualmente possua acerca dos eventos em questão‘”, escreveu Mello.

Fonte: Estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here