Bolsonaro muda Secom de olho no convencimento à reforma da Previdência

O publicitário Floriano Amorim, ex-chefe de gabinete do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, será substituído pelo publicitário Fábio Wajngarten


Presidente da República Jair Bolsonaro, durante transmissão da live para as redes sociais

(foto: Marcos Corrêa/PR)

De olho em uma melhor comunicação para a reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro vai promover mudanças na Secretaria de Comunicação (Secom).

O publicitário Floriano Amorim, ex-chefe de gabinete do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, será substituído pelo publicitário Fábio Wajngarten, que trabalhou na campanha do chefe do Palácio do Planalto. A troca vinha sendo articulada em diálogo com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A equipe econômica alertou o Planalto de que a comunicação feita sobre a reforma da Previdência nos meios tradicionais de comunicação até o momento é insuficiente para convencer a população da necessidade do texto. Como é o presidente quem deve ser o “garoto propaganda” da reforma, como cobram partidos políticos, a substituição era tratada como questão de tempo.
O anúncio foi feito em café da manhã com jornalistas nesta, sexta-feira (5/4), no Palácio do Planalto. “Na Secom, vai ser o Fábio, do meio de vocês. Conheci há dois anos na comunidade israelita. Muitas vezes recorri a ele com dúvidas”, declarou. A expectativa do próprio presidente é que a mudança possa aprimorar a comunicação. “Tem que melhorar e espero melhorar com o Fábio a partir de segunda”, avaliou. 


Além do atendimento à imprensa, ficam sob responsabilidade da Secretaria de Comunicação a gestão de verbas e ações de publicidade. Entre as atividades desenvolvidas pela pasta nos últimos meses foi o mapeamento de contratos publicitários, a fim de verificar os gastos e saber como otimizá-los. 

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here