Preços sobem até 15% antes da Black Friday, aponta pesquisa

Levantamento do site JáCotei analisou o comportamento dos preços durante 53 dias e constatou aumento

Black Friday ou Black Fraude: consumidor deve pesquisa antes comprar (Germano Lüders/Exame)

Uma pesquisa realizada pelo site JáCotei apontou que no Brasil há uma tendência no aumento de preços com a aproximação da Black Friday. O site comparador de preços analisou as ofertas durante 53 dias, entre os dias 27 de setembro a 18 de novembro, e constatou aumento médio de 5% no valor dos produtos. 

Ao analisar as categorias, o maior aumento foi registrado no segmento ar condicionado (15,7%), em seguida climatizador de ar (14,7%), fritadeira sem óleo (10,8%), micro-ondas (8,4%) smartphone (2,8%), lavadora de roupas (2,7%) e fogão (1%).

Mas nem todos os segmentos registraram queda nos preços. Entre eles estão: geladeira (2,7%), notebook (2%) e TV (0,9%).  Veja tabela abaixo: 

CategoriaVariação de Preço (27/09 a 18/11)
Smartphone2,80%
Ar condicionado15,70%
Televisão-0,90%
Geladeira-2,70%
Notebook-2,00%
Lavadora de Roupas-2,70%
Microondas8,40%
Fritadeira sem óleo10,80%
Climatizado de ar14,70%
Fogão1%
Variação média5%

“Esse ano, por conta do distanciamento social, a Black Friday terá muito mais espaço no cenário digital e para o consumidor não cair em golpes é preciso cautela e pesquisar os preços antes de comprar. Essa pesquisa mostra que, mesmo em ano de pandemia, os preços continuam aumentando nessa época” afirma Antônio Coelho, presidente do JáCotei.   

Fonte: Exame.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here