Caiado diz que Doria tem mente doentia ao usar a política de saúde como política eleitoreira

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), em entrevista coletiva a jornalistas de Brasília, ocorrida nesta quinta-feira (17), disse que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), usa a política de saúde contra a Covid 19, como política eleitoreira. “Isso é criminoso”, disse

O governador de Goiás afirmou que nenhum governador no Brasil teve a pretensão e a mesquinhez do  governador de São Paulo ao propor uma situação como essa. “Ele está tentando trocar a vida pelo voto”, disse

“O que estamos assistindo é um candidato a presidência da República, em 2022, tentando trocar a vida pelo voto. Isso é repugnante e criminoso, algo jamais visto na história desse país”, pontuou o governador.

Caiado afirmou que a vacinação contra a Covid é um assunto que lhe diz respeito por ser governador e médico com responsabilidade para com o povo goiano.

“Há 47 anos a política de imunização da população sempre foi uma tarefa da União e não dos estados federados. O governo federal adquire a vacina, repassa aos estados e os governadores transferem aos  municípios para a vacinação.  Não pode ser como o governador de São Paulo quer”

Ronaldo Caiado adiantou que o Ministério da Saúde repassará as vacinas de forma proporcional a todos os estados tão logo os imunizantes estejam liberados pela Anvisa.

O governador destacou ainda que o estado de Goiás está preparado para a imunização em massa da população.

“Já  temos a disposição materiais suficientes como seringas, agulhas e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além de uma logística própria para a distribuição das vacinas a todos os municípios goianos. Em janeiro começamos a receber as vacinas e no começo de fevereiro estaremos iniciando a nossa imunização contra a covid”.

Segundo Caiado, a Medida Provisória que o presidente da República irá publicar, que destina R$20 milhões para a aquisição das vacinas, deve ser também definida que a distribuição seja feita pelo Ministério da Saúde.

Ele lembrou que toda a vacina contra o novo coronavírus produzida no Brasil, já está requisitada pelo governo federal. E toda vacina que entrar no país será transferida automaticamente para o Ministério da Saúde.

Fonte: Radar DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here