Estudo chinês diz que Brasil se livrará do coronavírus entre junho e agosto

Expectativa é mais positiva do que a dos profissionais de saúde, que projetam alguns meses a mais

Um técnico monta kits de teste de coronavírus nas instalações de fabricação da Evolve, onde fabricarão ventiladores, em Fremont, Califórnia, EUA, em 26 de março de 2020. Foto tirada em 26 de março de 2020.

Um estudo feito em Singapura pelo pesquisador chinês Jianxi Luo traz projeções animadoras quanto ao fim do coronavírus no Brasil. Com base em modelos matemáticos, o levantamento aponta que o país irá superar a covid-19 entre 1º de junho e 23 de agosto deste ano.

O estudo usa dados de autoridades de saúde de 131 países. No caso dos números do Brasil, os dados se baseavam na situação em 27 de abril. Isso gerou o seguinte gráfico:

Foto: Singapore University of Technology and Design/Reprodução

O pesquisador responsável pelo estudo, Jianxi Luo, explica que a “evolução da Covid-19 não é completamente aleatória”. Para Luo, é importante ter previsões, apesar das incertezas do momento.

 “A realidade é que o futuro é sempre incerto. Ninguém previu o surto de Covid-19 em outubro ou novembro de 2019, embora Bill Gates tenha alertado sobre o dano potencial de uma doença infecciosa global ao mundo durante uma conversa TED em 2015”, destaca o pesquisador chinês.

A estimativa traz um prazo menor do que as previsões feitas por profissionais da saúde, que citam setembro, outubro e até 2021. Cabe ressaltar que, embora existam diversos estudos a respeito, a Organização Mundial de Saúde (OMS) não tem uma previsão concreta.

Fonte: Jornal de Brasília

Deixe uma resposta