Carros que serão lançados no Brasil em 2020

Das várias marcas que planejam lançar novos carros no Brasil em 2020, haverá estreias como versões e modelos inéditos em praticamente todos os segmentos

Várias montadoras se preparam para a temporada de lançamentos de carros que promete ser tão quente quanto o verão. A Chevrolet, por exemplo, anunciou sete lançamentos para 2020 no Brasil, sendo que um dos principais será o Tracker.

Além dos SUVs, que devem continuar sua ascensão no mercado, 2020 será também dos hatches, dos híbridos e dos elétricos. A BMW pretende vender “mais modelos eletrificados no Brasil do que todos os anos somados desde 2011”.

A Volkswagen, por sua vez, começa a vender já em janeiro as versões esportivas (GTS) de Polo e Virtus. Também no primeiro mês do ano a Kia lançará o hatch compacto Rio, que chega do México para brigar na categoria do Polo.

Audi Q3

novo Audi Q3 passa a ser importado da Hungria. Com isso, perde o motor flexível, que vinha no SUV produzido no Brasil.

O motor 1.4 turbo a gasolina tem 150 cv. O novo Audi Q3 chega ao Brasil em três versões: Prestige, tabelada a R$ 179.990; Prestige Plus, a R$ 189.990; e Black, a R$ 209.990.

Assim como o modelo da geração anterior, o novo Audi Q3 disputará compradores com modelos como BMW X1, Volvo XC40 e Mercedes-Benz GLA.

Audi e-tron

Primeiro modelo totalmente elétrico da Audi, o e-tron chegará ao Brasil em maio. Tem dois motores (um em cada eixo), que geram 408 cv e distribuem a tração pelas quatro rodas. O torque, instantâneo, é de quase 70 mkgf.

Caoa Chery Tiggo 7

A marca lançará no Brasil a nova geração do SUV médio Tiggo 7. O modelo acaba de ser apresentado na China.

O novo Tiggo 7 tem estilo totalmente diferente do anterior. Com isso, o visual do modelo ficará bem diferente do Tiggo 5x.

Caoa Chery Tiggo 8

A produção do SUV de sete lugares deve começar ainda no primeiro semestre na fábrica de Anápolis (GO). Entre os rivais estão o Peugeot 5008 e o Volkswagen Tiguan R-Line.

O novo Tiggo 7 deverá ter o mesmo motor 1.5 turbo do Tiggo 5x e do atual Tiggo 7. Além dos sete lugares, trará itens como seis air bags, teto panorâmico, painel virtual com tela de 7 polegadas, central multimídia com tela de 10,25″, etc.

Fiat Strada

A Fiat está desenvolvendo uma nova geração da Strada, que será maior que a atual. Unidades camufladas rodam pelo País. O novo modelo chega em 2020, mas ainda não há detalhes sobre a data.

Fiat Toro

A nova Toro, por sua vez, estreia em abril. O modelo terá um visual semelhante ao do conceito Fastback, apresentado no Salão do Automóvel de 2018.

Além do estilo, que deverá ser ainda mais agressivo que o atual, a picape receberá os novos motores turbo da família Firefly.

Ford Escape

O SUV da Ford mudou completamente nos EUA e na Europa (onde se chama Kuga). O modelo deve chegar ao Brasil em setembro, com sistema híbrido.

O Escape tem visual moderno. Com 4,52 metros de comprimento, novo Ford é um pouco menos que o Honda CR-V (4,59 m).

Ford Territory

O SUV médio, que vem para disputar mercado na categoria do Jeep Compass, é baseado no chinês Yusheng S300, da Jianling Motors. Na Ásia, o Territory tem motor 1.5 turbo a gasolina de 165 cv de potência.

Ainda não há informações sobre o motor que equipará o modelo no Brasil. É possível que o Territory receba o 2.0 flexível de 178 cv do EcoSport Storm, dotado de injeção direta.

Inicialmente, o Territory será importado da China. Embora a Ford não confirme, existe uma grande possibilidade de que o SUV seja feito também na Argentina.

Honda City

A quinta geração do sedã compacto da Honda foi mostrada na Tailândia. Embora a Honda não confirme, o modelo deverá ser produzido no Brasil a partir do fim de 2020.

O modelo totalmente novo tem dianteira que lembra um pouco a dos irmãos maiores (Civic e Accord). A mecânica também será renovada.

O atual motor 1.5 de quatro cilindros aspirado de 115 cv deve sair de cena. Em seu lugar deve vir o 1.0 turbo de três cilindros, que na Tailândia gera 122 cv de potência.

Honda Fit

Assim como o City, a nova geração do Fit deverá começar a ser produzida no Brasil no segundo semestre. O modelo será o primeiro compacto da marca no Brasil com sistema híbrido. O motor elétrico será combinado a outro 1.5 a combustão.

JAC iEV20

O chinês iEV20 chegará em janeiro às lojas do Brasil por R$ 124.900, segundo informações da JAC Motors. O modelo, com motor de 68 cv e 3,77 metros de comprimento, será o elétrico mais barato do País.

O hatch tem autonomia de até 400 km e faz parte de uma ofensiva elétrica da marca chinesa. A JAC Motors informa que lançará em 2020 mais dois carros (além de um caminhão): o SUV compacto iEV40 e a picape média iEP 330.

O iEV 40 tem 4,13 metros de comprimento, motor de 115 cv e 300 km de autonomia. Já a picape deverá ser direcionada a vendas diretas, especialmente para empresas de prestação de serviço.

O modelo inédito tem 5,6 metros de comprimento (25 cm a mais que a Ford Ranger, por exemplo). O motor tem cerca de 150 cv e autonomia é estimada em 300 km.

Kia Rio

O hatch compacto Rio finalmente foi confirmado para o Brasil. O  modelo da Kia chega às lojas em janeiro, importado do México. Serão duas versões (LX e EX), com preços entre R$ 70 mil e R$ 80 mil.

O Kia Rio tem motor 1.6 flexível de até 130 cv (o mesmo do Hyundai HB20X). O câmbio é automático de seis marchas.

Além do Rio, a Kia estuda importar outros quatro carros. Um deles é um SUV compacto baseado no conceito KX3, que deverá ser feito no México. Os outros são o elétrico Soul EV e os híbridos Niro e Optima.

Land Rover Defender

Totalmente renovado, o Land Rover Defender deverá desembarcar no Brasil no segundo trimestre de 2020. Todas as versões do novo SUV, que é feito na Inglaterra, já estão disponíveis para visualização no site brasileiro da marca.

Ao menos inicialmente, o novo Defender será oferecido com motor 2.0 turbo a gasolina de 300 cv de potência. Por ora, não há versão a diesel. A tração é integral e o câmbio automático tem oito marchas.

Segundo dados da marca, o novo Defender acelera de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos. A velocidade máxima é de 191 km/h. Algumas versões desses carros podem ser equipadas com sistema de suspensão a ar, uma das novidades no modelo.

Mercedes-Benz GLA

O GLA chega no segundo semestre de 2020, completamente renovado. A segunda geração do SUV da Mercedes ganhou 10 cm na altura e aspecto mais “bombado”. A Mercedes garante que o espaço para pernas de quem vai atrás aumentou 11,6 cm.

Mercedes-Benz EQC

Também no segundo semestre a Mercedes deve lançar no Brasil o EQC 400. O SUV é o primeiro modelo 100% elétrico da marca alemã.

O Mercedes EQC 400 tem cerca de 408 cv de potência, 78 mkgf de torque e autonomia de 450 km. De acordo com informações da marca, o SUV pode acelerar de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos.

Outro lançamento da Mercedes previsto para o segundo semestre é o GLB 35. E há mais carros a caminho. Antes deles, devem chegar o A 45 S e o CLA 45 S, ambos com previsão de estreia em março.

Nissan Versa

A Nissan trará ao Brasil em 2020 a terceira geração do Versa. O modelo virá no segundo trimestre importado do México. O novo Versa é radicalmente diferente do atual, que deve permanecer em linha, como opção de entrada da linha.

Entre as tecnologias da nova geração do Versa estão sistema de frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres. Há ainda alerta de mudança involuntária de faixa e de ponto cego, etc. O motor será 1.6 aspirado de quatro cilindros flexível.

Peugeot 208

Um dos carros mais esperados para 2020 é o novo 208, que será produzido na Argentina. A segunda geração do hatch da Peugeot tem visual mais agressivo que o do anterior.

Além disso, o modelo cresceu. São 4,05 metros de comprimento (7 cm a mais) e 1,74 m de largura (4 cm maior).

A altura foi reduzida em 4 cm (para 1,43 m), e o entre-eixos foi mantido em 2,54 m. Outra novidade deverá ser a estreia do motor 1.2 com turbo. Na Europa, esse três-cilindros tem injeção direta de gasolina e gera 130 cv de potência.

Porsche Taycan

A Porsche começa a aceitar encomendas para o Taycan no Brasil no primeiro semestre de 2020. As entregas do esportivo elétrico começarão na segunda metade do ano.

O cupê está disponível em três versões: 4S (530 cv), Turbo (680 cv) e Turbo S (761 cv). Segundo informações da Porsche, o mais “fraco” pode acelerar de 0 a 100 km/h em 4 segundos, tempo que baixa para 3,2 s no Turbo e 2,8 s no Turbo S.

O modelo tem câmbio de duas marchas. A versão Turbo tem autonomia de 450 km e a Turbo S, de 417 km.

RAM 1500

A RAM 1500 virá do México para disputar clientes com as versões mais caras de Toyota Hilux, Volkswagen Amarok, Chevrolet S10 e companhia. A picape média tem cabine dupla e 5,9 metros de comprimento.

O modelo deverá vir em versão única. Trata-se da intermediária, Laramie, que é bem equipada. Embora ainda não haja confirmação, o motor deverá ser o 3.0 V6 turbodiesel, da Cummins, com 240 cv. O câmbio automático tem oito marchas.

Renault Kwid

O Kwid reestilizado terá visual semelhante ao do elétrico K-Ze, que será produzido na China. As principais novidades do Renault estão concentradas na dianteira.

O Renault Kwid ganhou faróis divididos, que lembram os da picape Fiat Toro. Há LEDs de uso diurno estreitos na parte superior e faróis normais posicionados na parte inferior.

Outras mudanças são os novos para-choques, para-lamas dianteiros com refletores nas laterais e lanternas com novo grafismo interno. A versão Camber, de topo de linha desses carros na Índia, tem um falso protetor de motor e rack de teto.

Por dentro, o Kwid recebeu central multimídia com tela de 8 polegadas e integração com sistemas Android Auto e Apple CarPlay. Há também câmera na traseira.

O painel de instrumentos passou a ser digital e ganhou conta-giros. Além do Kwid, a Renault deverá lançar em 2020 o Duster reestilizado.

Volkswagen Polo e Virtus GTS

Carros
VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

A nova versão GTS dos Volkswagen Polo e Virtus chega às lojas em janeiro, com motor 1.4 turbo flexível de 150 cv de potência e 25,5 mkgf de torque, a apenas 1.500 rpm. A opção esportiva dos dois carros terá câmbio automático de seis marchas.

Além do motor de quatro-cilindros, o mesmo do SUV T-Cross, a versão GTS de Polo e Virtus traz detalhes esportivos por dentro e por fora. Entre os destaques desses carros estão bancos de couro com costuras vermelhas e apoio de cabeça integrado.

A tela da central multimídia traz dados como força “G” e pressão de turbo, além de cronômetro. Por fora, os faróis têm uma faixa vermelha, o desenho das rodas é exclusivo e há saias laterais.

Volkswagen Nivus

O Nivus chegará no primeiro semestre de 2020. O SUV com visual mais agressivo que o do T-Cross foi desenvolvido pela Volkswagen do Brasil.

O modelo inédito utiliza a mesma plataforma MQB da família Polo, Virtus e T-Crosss e será feito em São Bernardo do Campo (SP).

A mecânica também será compartilhada com os “irmãos”. Isso quer dizer que o Nivus terá motor 1.0 turbo de três cilindros flexível com até 128 cv de potência.

Volvo XC40 híbrido

Da Volvo, o XC40 T5 Twin Engine será lançado no Brasil no primeiro trimestre de 2020. A versão híbrida do SUV compacto traz o novo motor 1.5 turbo de três cilindros e 180 cv a gasolina, associado ao elétrico de mais 82 cv.

A potência combinada é de 262 cv, e torque chega a 43,3 mkgf. O novo Volvo XC40 T5 Twin Engine tem câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas.

Fonte: Jornal do carro. estadao

Deixe uma resposta