Capital federal recebe a 2ª edição do Campus Party Brasília

20180628224001126914aA segunda edição da Campus Party Brasília, o maior encontro de tecnologia do país, abriu as portas do estádio Mané Garrincha para o público não pagante a partir de ontem. Dividida em três espaços, Arena, Camping e Open Campus, a entrada é gratuita nesse último. É nele que estão instaladas atrações como robôs, simuladores e drones. No espaço, serão oferecidas oficinas com temas que abordam o uso da tecnologia e desenvolvimento da computação, além de painéis sobre inteligência artificial, empreendedorismo e moeda digital. Até domingo, 1º de julho, são esperados 70 mil visitantes.
A Campus Party Brasília tem como tema Cidades inteligentes. Na programação do evento, estão previstas palestras e workshops, além de apresentações de projetos tecnológicos que podem ser aplicados nas áreas de educação, saúde, agronegócios e mobilidade urbana, entre outros. No espaço Arena, há quatro palcos que recebem debates sobre temas e tendências da atualidade. “É uma ótima oportunidade para trazer conhecimento e networking para campuseiros e visitantes”, disse o diretor-geral da Campus Party Brasil, Tonico Novaes.
Amanhã, em um dos palcos será lançado o Include, projeto que consiste na criação e montagem de laboratórios de robótica em comunidades carentes de tecnologia. A iniciativa identificará jovens talentosos dentro dessas comunidades, a inclusão deles em escolas especiais e o encaminhamento ao mercado de trabalho, possibilitando que eles possam levar tecnologia para suas comunidades, sem depender, necessariamente, de ajuda externa.
 

Acampados

Moradora da Cidade Ocidental e aluna do terceiro semestre de engenharia de computação do Centro Universitário do Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb), Sara Selis Nery Soares, 20, é uma das centenas de estudantes acampados no local do evento, conhecidos como campuseiros. Focada em empreendedorismo e desenvolvimento pessoal, a jovem assegurou que não quer perder as palestras, como a de Chance Glasco, um dos criadores do primeiro Call of Duty, entre outros jogos da franquia. Os títulos de Chance venderam mais de 90 milhões de cópias e geraram cerca de 4 bilhões de dólares em receita. “Ainda é muito cedo para fazer contato, mas quero aproveitar para conhecer mais da área”, disse a jovem.
Presente no evento de abertura, o governador Rodrigo Rollemberg ressaltou que “a Campus Party é uma conquista de Brasília. É um evento que traz inovações tecnológicas que proporcionam a melhoria de qualidade de vida da população da cidade”.
Fonte: CB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!