Cem mil pessoas lotam o Parque da Cidade em show dos 60 anos do rock

20160605212741868366uA apresentação teve uma homenagem a banda Legião Urbana.

Um público de quase 100 mil pessoas participou, neste domingo (5/6), do show Viva Rock Brasil em comemoração aos 60 anos do rock brasileiro no Parque da Cidade. Um dos momentos de maior destaque foi o encontro dos Paralamas do Sucesso e de Dado Villa-Lobos, na homenagem à Legião Urbana, com os clássicos Tempo perdido e Será. No telão, a imagem de Renato Russo, pairava sobre os ex-companheiros de ofício.

 Nas duas horas e 40 minutos de apresentação foram 35 músicas executadas interpretadas, também, por Nando Reis, Paula Toller e Marjorie Estiano com participação dos músicos Maurício Barros, Rodrigo Suricato, Milton Guedes, Monique Gardenberg e Liminha na banda e direção. Os artistas se revezavam no palco individualmente, em duplas e em trios num passeio pela antologia do gênero.

De Banho de lua, sucesso de Cely Campello, marco do início da história do rock brasileiro, na década de 1960, a Ana Júlia, dos Los Hermanos (representante da geração de agora), foi um longo passeio de 2h40 de duração. A plateia ouviu músicas de Roberto e Erasmo Carlos (Pode vir quente que eu estou fervendo), Caetano Veloso (Panis et circences), Raul Seixas (Gita), Titãs (Marvin), Paralamas (Óculos), Kid Abelha (Como eu quero), Plebe Rude (Até quando esperar), RPM (Olhar 43), Skank (Vou deixar), Raimundos (Mulher de fases), Chico Science e Nação Zumbi (Praieira), entre outros.

O final apoteótico foi com todos os artistas cantando juntos O último romântico (Lulu Santos), Pro dia nascer feliz (Barão Vermelho), É preciso saber viver (Roberto e Erasmo) e Agora só falta você (Rita Lee).

Curiosidades do projeto

— Além de Dado Villa-Lobos e Paralamas do Sucesso, um outro brsiliense participou do Nívea Rock Brasil, o multiinstrumentista Milton Guedes, que tocou sax, flauta e gaita e ainda atacou de backing vocal, na maioria das músicas.

— Marjorie Estiano, que substituiu Pitty (grávida), mostrou-se bem a vontade entre os roqueiros. Foiu muito aplaudida ao cantar a tropicalista Panis et cirencis, sde Caetano Veloso e Gilberto Gil.

— Paula Toller não chegou a empolgar ao intepretar Ovelha negra, antigo sucesso de Rita Lee

— Herbert Vianna foi o mais festejado pelos companheiros no palco. Trocou selinho com Nando Reis e ganhou abraço e beijo de Dado Villa-Lobos.

— Não teve música do Capital Inicial no repertório do concerto. Dinho Ouro Preto e companhia foram lembrados com Primeiros erros (Kiko Zambianchi), que a banda brasiliense gravou no DVD Acústico MTV.

— O representante da novíssima geração do rock brasileiro, Rodrigo Suricato, cantou Me deixa (Marcelo Yuka) e Monte Castelo (Renato Russo). Ele a exemplo de Dado Villa-Lobos e Milton Guedes, formou na banda de apoio, ao lado de Liminha (baixo e direção musical), Maurício Basrros (teclados).

— O concerto foi exibido ao vivo pelo canal Multishow.

— O retorno das pessoas que foram assistir ao show foi caótico, uma vez que à multidão presente ao Parque da Cidade se juntou quem vinha do jogo entre Flamengo e Palmeiras, formando um imenso engarrafamento de carros, em toda a região.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!