GDF Presente tem início com ações no Gama e em Ceilândia

Remoção de entulhos, recuperação de vias e da massa asfáltica estão entre as ações do programa

O programa GDF Presente teve início nesta segunda-feira (13/05) com ações integradas em regiões administrativas da capital. Pela manhã, homens e máquinas atuaram na remoção de entulhos, recuperação de vias e recuperação asfáltica na cidade do Gama.
Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília.

O programa GDF Presente teve início nesta segunda-feira (13/5) com ações integradas em regiões administrativas da capital. Pela manhã, homens e máquinas atuaram na remoção de entulhos, recuperação de vias e recuperação asfáltica em Ceilândia e no Gama.

A atuação ocorrerá em todo o DF, que, por meio da iniciativa, foi organizado em sete Unidades de Planejamento Territorial (UPT). O eixo de atuação do GDF Presente é alinhado com os resultados do SOS DF, responsável por mutirões que solucionaram problemas emergenciais nas regiões administrativas.

Ceilândia

Em Ceilândia, uma das regiões do Polo Oeste (Brazlândia, Ceilândia, Samambaia e Taguatinga), os trabalhos começaram na manhã desta segunda-feira e vão durar até o encerramento das demandas levantadas pela administração.

Nos setores habitacionais do Sol Nascente e Por do Sol será feita e recuperação de vias nas chácaras 132 a 183 (Sol Nascente), 603, 703 e 501 (Por do Sol). Nos setores P.Sul, Norte, M e N o GDF Presente cuidará da recuperação asfáltica nas entrequadras, comércio local e principais vias.

Haverá ainda remoção de entulhos na QNM 13, 15, 16, 29, 30 e 31; EQNO 17/18, 18/19; QNO 10, 12, 16, 20 e em outros pontos do Sol Nascente. Na manhã desta segunda, a reportagem acompanhou a remoção de entulho na QNM 16 em um campo de futebol próximo ao Centro de Saúde nº 5.

Gama

As primeiras máquinas do GDF Presente começaram a chegar às 7h no pátio de atividades da Administração Regional do Gama, no Setor Industrial. Dois caminhões basculante com capacidade para até 6 toneladas, um caminhão pipa, duas pás mecânicas e uma retroescavadeira estão entre os 16 equipamentos de grande porte, que vão reforçar os trabalhos de manutenção na cidade nos próximos 10 dias.

Estamos mapeando todas as prioridades para dar uma cara nova à cidade. A proposta é que esses equipamentos ajudem principalmente nas ações de tapa-buracos, retirada de entulho e limpeza”, reforçou Marco Aurélio, assessor especial da Subsecretaria de Desenvolvimento Regional e Operação nas Cidades (Suder), à frente da operação.

O recolhimento de entulho se iniciou na Quadra 36 do Setor Leste. Quem passa pelo local diariamente ficou satisfeito com a iniciativa. “Essa limpeza é fundamental, porque onde acumula lixo, acumula água. Só aqui na quadra já soube de dois casos de dengue”, destaca a moradora Djanira Amorim ao elogiar os trabalhos.

Na praça do Cine Itapoã, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) disponibilizou 14 trabalhadores com roçadeiras para baixar o mato, que cresceu muito com as chuvas.

Estamos fazendo a capina, depois vamos pintar os meios fios para dá uma cara nova ao local”, explica o gerente da Regional Centro Sul, Francisco Alves.

A Administração Regional está concentrada num cronograma de atividades que vai integrar o maquinário às atividades diárias desenvolvidas pela equipe local. Na programação, a operação tapa-buraco em vários pontos do Gama e ainda a manutenção de estradas rurais.

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here