Rollemberg declara que não vai apoiar nenhum candidato a presidente

Em entrevista na manhã de hoje (10), o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, candidato à reeleição, afirmou que respeitará a vontade dos eleitores. “Nosso grande objetivo é unir Brasília”, declarou

O candidato a reeleição para o governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), declarou hoje (10/10) que não irá declarar apoio a nenhum candidato a presidente. “Nós não vamos nos engajar em nenhuma campanha presidencial. O nosso grande objetivo é unir Brasília, respeitando a vontade dos eleitores e nos relacionando institucionalmente com todo respeito a qualquer presidente eleito, como fizemos ao longo desses quatro anos”, disse.
A declaração foi dada após reunião com candidatos da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros no comitê do partido. No primeiro turno, Rollemberg apoiou Ciro Gomes (PDT), que ficou em segundo lugar no Distrito Federal, recebendo 266.272 votos. Ciro já declarou apoio ao petista Fernando Haddad no segundo turno, mas o atual governador decidiu não segui-lo dessa vez.
Jair Bolsonaro (PSL) foi o presidenciável mais votado no DF, com mais de 936 mil votos, o que representa 58,37% dos votos válidos. Ou seja, para os brasilienses, ele foi eleito ainda no primeiro turno.
Em entrevista à imprensa, Rollemberg disse ainda que pretende encaminhar um plano de carreira que garanta a promoção dos servidores das forças de segurança independentemente do número de vagas. Outra promessa é a de tornar a gestão do Hospital Militar semelhante à do Instituto Hospital de Base. “Enquanto a rede pública está comprando medicamentos em 8 meses, o Instituto Hospital de Base compra em 40 dias, muitas vezes mais barato, está consertando equipamento mais rápido, contrata e substitui pessoal mais rapidamente”, emendou.
Os representantes das forças de segurança que concorreram nesta eleição declararam apoio à candidatura do pessebista. O sargento Eliomar Rodrigues (PTC), que tentou uma vaga de deputado federal disse que vai apoiar Rollemberg por ele não estar envolvido em esquema ou suspeita de corrupção.

Debate

Amanhã (11/10) os candidatos ao GDF se enfrentam no primeiro debate do Correio Braziliense, em parceria com a TV Brasília às 18h. Ontem, Ibaneis Rocha (MDB), disse que ainda não decidiu se apoiará algum presidenciável, mas afirmou que se identifica com algumas propostas de Bolsonaro. “Ele foi um parlamentar que manteve posição. Tem propostas claras em defesa da família e da segurança que me agradam muito”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here