É tão absurdo assim Tite convocar Diego Tardelli para a Seleção Brasileira?

20170915115059902737eAos 32 anos, Diego Tardelli está de volta à Seleção Brasileira, num retorno que ninguém poderia esperar. O atacante foi convocado por Tite para as duas últimas partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo, contra Bolívia e Chile, em 5 e 10 de outubro, respectivamente. Ele não joga pelo Brasil desde junho de 2015, quando participou da eliminação diante do Paraguai, nas quartas de final da Copa América.
Esses são os dados de Diego Tardelli no Campeonato Chinês de 2017, segundo o WhoScored, site especializado em estatísticas:
  • Partidas: 13
  • Gols: 11
  • Assistências: 1
  • Índice de acerto nos passes: 81,5%
  • Passes certos por jogo: 39,5
  • Cruzamentos por jogo: 0,8
  • Finalizações por jogo: 2,6
  • Dribles certos por jogo: 1,7
  • Faltas sofridas por jogo: 1,6
  • Faltas cometidas por jogo: 1,1
  • Perdas de posse de bola por jogo: 1,5
  • Impedimentos por jogo: 0,8
A temporada atual, coroada pela convocação de Tite, marca o ressurgimento da carreira de Diego Tardelli. Campeão da Libertadores por Atlético-MG e São Paulo, o atacante não jogou no segundo semestre de 2016. Devido ao limite de estrangeiros na China, ele foi o escolhido pelo Shandong Luneng para ser excluído após a contratação do italiano Graziano Pellè.
Como os chineses não aceitaram liberá-lo de graça, Tardelli treinou sem entrar em campo durante seis meses. Em janeiro de 2017, recebeu a notícia de que seria reintegrado ao time. Desde então, tem jogado centralizado, ao contrário do que fazia no Brasil.
Diego Tardelli soma 11 gols e uma assistência (cobrança de escanteio na cabeça de Gil) em 13 partidas neste Campeonato Chinês. O brasileiro com mais gols no torneio é Ricardo Goulart, do Guangzhou Evergrande, que marcou 18 vezes. O ex-meia-atacante do Cruzeiro é o melhor jogador do país na China nos últimos três anos, mas tem sido ignorado pelas convocações.
Até o fim de julho, Tardelli brigava pela artilharia do campeonato, apenas um gol atrás do líder. O brasileiro, porém, perdeu o último jogo daquele mês e todos os quatro de agosto devido a uma lesão, e só voltou a jogar na semana passada, contra o Jiangsu Suning. Ele também se machucou em abril, por isso só participou de 13 das 24 rodadas.
O Shandong Luneng ocupa a quinta posição no Campeonato Chinês, a 16 do líder (Guangzhou Evergrande) e a dois da zona de classificação para a Liga dos Campeões da Ásia.
Fonte: Superesportes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here