Em seis anos, cemitérios de Brasília não terão mais espaço livre

tabela-campo-esperancaConseguir uma vaga no céu parece ser mais fácil que nos cemitérios do Distrito Federal. Levantamento mostra que, em aproximadamente seis anos, os espaços para enterros estarão esgotados.

Levantamento da empresa Campo da Esperança, responsável pela administração dos seis cemitérios do DF, aponta risco de falta de vagas dentro de poucos anos. O cemitério do Gama é o que está em pior situação. A expectativa é que, em três anos e meio, não haja mais vagas para novos túmulos.

O coordenador de assuntos funerários da Secretaria de Justiça do DF, Adailson Henrique Rocha, diz que o governo mapeou algumas regiões para a criação de novos cemitérios, mas confessou que não tem nenhum projeto em andamento para a ampliação desses espaços.

O urbanista Frederico Flósculo afirma que mapear novos espaços para cemitérios não vai resolver o problema da falta de vagas, já que, em poucos anos, os espaços vão se esgotar novamente. Flósculo defende a cremação como opção mais barata e ecológica.

Hoje, para enterrar alguém em Brasília, é preciso comprar um espaço dentro do cemitério e pagar uma taxa de manutenção por mês. Só o enterro custa, pelo menos, R$2 mil; enquanto a cremação custa cerca de R$3,5 mil no crematório mais próximo à Capital Federal, que fica em Valparaíso, a 40 km de Brasília.

http://https://youtu.be/FISYx7AeMrI

Fonte: Fato Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here